Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Pellentesque luctus eros quis elit molestie ut consequat metus lacinia. Sed condimentum convallis massa, id consectetur lacus facilisis quis.

Roman Polanski: vítima ou culpado?

Ultimamente tem se escutado muito falar em Roman Polanski, mas não por seus excelentes trabalhos como cineasta - logo em seu primeiro longa-metragem Kniff on the Water ou Faca na água, recebeu uma indicação ao Oscar - nem por seus muitos prêmios conquistados, e sim por um caso de sua vida particular que se arrasta há aproximadamente 30 anos.
Em 1977 Polanski foi acusado de estuprar uma adolescente de 13 anos, e em acordo com as autoridades da época, confessou o crime.Em 1978 fugiu dos EUA com medo de não cumprirem o acordo firmado, foi preso em setembro de 2009 d da Suiça em obter certos documentos sobre o promotor do caso, que segundo os advogados do cineasta eram vitais para provar que o "julgamento foi ilegal".
Em meio a tudo isso, vem a seguinte questão: se Polanski assumiu a culpa, por que tanto medo de retornar ao país? Eu penso da seguinte maneira, vítima de uma tragédia em sua vida particular, quando a mulher e os filhos foram assassinados pela Família Manson em 1968, o polonês na verdade seria vítima de um sistema que o levou a tal ato. Perdeu a confiança na justiça e por isso tanto receio? Acredito que alguém que tenha passado pelo que ele passou, merece um pouco mais de respeito, e não ser usado como prêmio do sistema de justiça americano para provar que não importe o que aconteça, eles conseguem fazer valer suas leis.Polanski na verdade é "vítima", vítima de seu brilhantismo, de tragédias que moveram sua vida, e de um julgamento ilegal.Aguardemos a resolução do caso para ver quem vencerá, urante a entrega de um prêmio na Suiça, onde seria premiado por seus feitos no cinema, como seus mais notáveis filmes "O Pianista" e "O bebê de Rosemary" são alguns exemplos.
Desde então as autoridades americanas tentam junto as autoridades suiças a extradição de Polanski.Seus advogados utilizam um recurso após o outro, e até agora conseguiram evitar a extradição.Ontem um juiz americano recusou o pedidoa "tão poderosa justiça americana", ou um homem abatido e cansado de uma vida turbulenta.

3 comentários:

Giovanna disse...

a história de Roman Polanski é muito triste, porem foi muito bem redigida, fazendo com que o leitor se interessa-se para saber mais sobre ele.

Raffa disse...

Realmente o texto está muito legal, parabéns ao nosso novo autor, Rafael Thuller.
Em questão ao assunto achei muito interessante pois não conhecia essa fama que o Polanski tem eu só conhecia o trabalho dele como Cineasta.
Minha opinião é que o cara passou por um trauma muito grande, mas não justifica uma loucura como a penofilia.

Patwo disse...

Achei interessante você falar sobre ele ,mas como disse o RAFFAN ,o qe ele sofreu não justifica seu ato de pedofilia ,porém podemos 'entender' o porque .
É com certeza não so ele como outras pessoas passarao por isso e ,levao uma vida sem cometer loucuras como essa .
afinal a vitima dependendo do qe for não teve culpa de seu passado ,qe o deve perturbar

Postar um comentário

View All